Lula Livre

Manobras impediram liberdade de Lula, denunciam senadores

Lindbergh: “todo mundo está vendo o processo contra o ex-presidente Lula. É revoltante”
:: Rafael Noronha9 de julho de 2018 09:40

Manobras impediram liberdade de Lula, denunciam senadores

:: Rafael Noronha9 de julho de 2018

Três meses após a prisão arbitrária de Lula, o desembargador do TRF-4 Rogério Favreto deferiu nesse domingo (8) pedido de habeas corpus com a soltura imediata do petista. Desde o início do processo, eivado de ilegalidades, essa é a primeira vez que Justiça se fez no caso de Lula.

Após duas intervenções legalmente impossíveis tomadas por um juiz de primeira instância (Sérgio Moro) e um desembargador federal (João Gebran Neto), após a Polícia Federal, de modo incompreensível, ter passado horas recusando-se a cumprir uma ordem de soltura legítima em favor de Lula, o presidente do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), Carlos Thompson Flores, cassou a decisão em favor de Lula, dando “ares legais” ao ardiloso desfecho do caso.

Na avaliação do líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), esta foi mais uma “covardia” praticada contra o ex-presidente Lula. “É uma desmoralização completa. Rasgaram as fantasias. Sérgio Moro deveria ser preso por impedir cumprimento de decisão judicial. Se alguém ainda tinha dúvidas sobre o tamanho do golpe, hoje ninguém mais acredita que exista Justiça no País. Todo mundo está vendo o processo contra o ex-presidente Lula. É revoltante”, enfatizou Lindbergh.

Já a presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), em discurso em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, lembrou que em discurso naquele mesmo local, Lula afirmou que cumpriria a ordem de prisão por confiar na Justiça. Mas, após três meses, o Judiciário não havia dado nenhuma demonstração de que a militância poderia continuar tendo esperanças.

“Quando tínhamos, hoje, um fiozinho de esperança de que a Justiça poderia prevalecer no Brasil. Vemos, novamente, uma intromissão arbitrária de um presidente de tribunal, fazendo com que uma decisão judicial legítima fosse descumprida com a conivência da Policia Federal. Mas o fio de esperança que tivemos hoje precisa ser mantido nas ruas com a nossa mobilização”, destacou Gleisi.

Assim caminham as decisões que deveriam apenas atentar para a Justiça e para os ritos processuais: Sérgio Moro só cumpre a decisão do desembargador que lhe convém; o juiz de primeira instância manda soltar e manda prender na maneira que lhe apraz; o relator do caso no TRF-4 atravessa decisão legítima e seguidora e todos os preceitos normativos tomada por um colega em sua plena competência para estabelecer que a sua vontade e a de Sérgio Moro, pelo menos para o caso de Lula, sempre estarão acima da lei.

Confira as manifestações dos senadores:


@LulaOficial segue vítima de um jogo de cartas marcadas! Que país é esse? Que justiça é essa?

Com informações da Agência PT de Notícias

Leia também