Núcleo Marisa Letícia

Núcleo de Base do PT no Congresso elege nova diretoria

Os núcleos são as instâncias de base onde os militantes do PT debatem e organizam a intervenção na sua área de atuação
:: Alessandra Gondim27 de outubro de 2017 09:57

Núcleo de Base do PT no Congresso elege nova diretoria

:: Alessandra Gondim27 de outubro de 2017

O Núcleo de Base Marisa Letícia, que atua no Congresso Nacional, elegeu sua nova diretoria nesta quinta-feira (26). O Núcleo tem como meta para os dois próximos anos, a organização da militância para colaborar mais ativamente na construção e fortalecimento do PT dentro do parlamento. A nova coordenadora é Cláudia Regina, servidora da Câmara dos Deputados.

Em atividade desde 1997, o Núcleo Marisa Letícia conta, atualmente, com cerca de 200 membros, entre servidores da Câmara e do Senado.  A nova diretoria foi eleita por consenso em chapa única o que, segundo os organizadores, demonstra a unidade do Núcleo. A coordenadora eleita, Cláudia Regina, explica que o Núcleo está preparado apoiar as decisões do Partido no enfrentamento às medidas do atual governo.

Foram eleitos na chapa de consenso para coordenar o Núcleo de Base do PT no Congresso Nacional, além de Claudia Regina Lima, o secretário-geral, de finanças e organização, Pedro Del Castro; de mobilização, Ana Regina Araújo; de Relações Institucionais, Antônia Vanda Caldas; e de Comunicação, Guilherme Silva. Como suplentes, Fredy Vasconcelos, Marcus Braga, Deisi Moraes, Anamélia Fernandes e Frank Varela Moura

“Estamos na luta para preservação dos nossos direitos como trabalhadores e como cidadãos. Nosso trabalho será no sentido de contribuir com os parlamentares do PT para barrar as reformas absurdas que estão sendo feitas à revelia do povo brasileiro”, disse ela.

A presidenta Nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann lembrou da importância do Núcleo de Base dentro do Congresso. “A luta que travamos aqui, também é das assessorias, e dos servidores que trabalham no Parlamento, pois é a partir do envolvimento de todos vocês, que podemos enfrentar os desmandos com os quais a democracia vem sendo tão atacada”.

Para o líder o PT na Câmara, deputado Carlos Zaratini, é importante que o partido esteja organizado, de forma que, quando vierem as medidas dos partidos ligados ao governo, os servidores e membros do Núcleo estejam preparados para tomar as melhores decisões.

A presidente do PT-DF, deputada Érika Kokay disse que os ataques aos direitos dos trabalhadores devem ser enfrentados por todos os militantes do PT pois, além da retirada dos direitos constitucionais, a dignidade humana também está sendo atacada.

Para Valeria Moraes, presidente do PT Plano Piloto é importante a preparação dos servidores que compõem a burocracia estatal no sentido de estarem mais organizados para atuar nas políticas públicas. Para ela, a força do Partido vem, justamente, dessa capacidade de organização.

O PT é o único Partido que possui, na sua estrutura interna, os Núcleos de Base.

Homenagem
Em agradecimento pela aclamação no cargo de presidente de honra do Núcleo Marisa Letícia, por telefone, o ex-deputado José Genoíno agradeceu a homenagem e lembrou a missão que deve nortear o trabalho do colegiado. “É importante resgatar essa militância política, coerente e autônoma, para disputar corações e mentes em prol do resgate do projeto petista que transformou o Brasil”, destacou Genoíno.

O que são os Núcleos de Base
Os núcleos são as instâncias de base onde os militantes do PT debatem e organizam a intervenção na sua área de atuação e participam dos processos de deliberação do partido. Os núcleos são instrumentos fundamentais da organização partidária e da atuação do PT nas comunidades e nas lutas setoriais, e de integração com os movimentos sociais.

São considerados Núcleos quaisquer agrupamentos de pelo menos 9 (nove) filiados ou filiadas ao partido, que se reúnem periodicamente, organizados por local de moradia, trabalho, movimento social, categoria profissional, local de estudo, temas, áreas de interesse, atividades afins, tais como grupos temáticos, clubes de discussão, círculos de estudo, coletivos nas redes sociais da internet e outros. Os núcleos são abertos inclusive à participação de pessoas não filiadas ao partido, com direito a voz.

Com PT na Câmara.

Leia também