Moradia

Ocupação com seis mil famílias é reflexo do desemprego, diz MTST

Seguimos sendo tratados como caso de polícia e não como questão de moradia, diz Josué Rocha
:: Rede Brasil Atual12 de setembro de 2017 18:27

Ocupação com seis mil famílias é reflexo do desemprego, diz MTST

:: Rede Brasil Atual12 de setembro de 2017

Dez dias após o início da ocupação Povo Sem Medo de São Bernardo do Campo, promovida pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), a ação “cresceu bastante”, segundo o coordenador do movimento Josué Rocha. Agora, são cerca de seis mil famílias reunidas numa área de 60 mil metros quadrados que nunca foi utilizada. Segundo Josué Rocha, a cidade de São Bernardo tem o maior déficit habitacional do ABC, na região metropolitana de São Paulo.

“Seguimos enfrentando muita pressão da Guarda Civil Metropolitana (GCM), que segue dificultando a entrada de água e alimentos na ocupação”, afirma o coordenador do MTST. A empresa proprietária do terreno, MZM Incorporação, já entrou com pedido de reintegração de posse, que chegou às mãos dos líderes do movimento na última quarta-feira (6). O movimento, entretanto, está questionando o pedido na Justiça e, até o momento, não há nenhuma data prevista para qualquer ação de reintegração.

Confira a íntegra da matéria

Leia também