Paim comemora possível solução para o Aerus

Senador gaúcho recebe informação de que acordo para pagamento de funcionários é iminente

:: Da redação26 de março de 2014 18:58

Paim comemora possível solução para o Aerus

:: Da redação26 de março de 2014

paim_intenra8836173_a786a1661e_n

Paim: elogio ao presidente da Câmara pelo
esforço pelo acordo (André Corrêa)

O senador Paulo Paim (PT-RS) anunciou, nesta quarta-feira (26), em plenário, o que pode ser o início do processo de resolução do problema enfrentado pelos pensionistas do Fundo Aerus, ex-funcionários da Varig e Transbrasil. 

Paim informou aos senadores, que recebeu uma “boa notícia” na noite da última terça (25), quando foi informado pelo presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), de que a orientação da presidenta Dilma Rousseff, é para que se realize, possivelmente, ainda nesta semana, uma reunião de trabalho com intuito de se encontrar um acordo para o pagamento dos ex-funcionários.

“Fiquei animado. Senti a verdade nos olhos do presidente da Câmara. Olhando no olho do presidente da Câmara, senti que ele estava falando a verdade. Quero dizer que ele merece todas as nossas considerações, porque, de fato, ele tem interagido toda semana junto ao Palácio do Planalto, na busca de um entendimento para a questão do Aerus”, disse.

O senador ainda informou que permanecerá acampado no Congresso, junto com os pensionistas, aguardando uma decisão definitiva para a situação. “Estarei com vocês hoje à noite novamente. Vamos, além de dialogar, conversar, vamos também cantar, porque a gente canta lá e não tem que ter segredo para o País”, concluiu.

Entenda o caso Aerus
Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que a União indenize a empresa aérea Varig em decorrência de perdas financeiras ocorridas entre 1985 e 1992, decorrentes de congelamentos de preços ocorridos durante o Plano Cruzado, por cinco votos a dois.

Parte do dinheiro será usada para quitar dívidas trabalhistas e pendências com aposentados e pensionistas do fundo Aerus. A conta estimada pela Advocacia-Geral da União é de R$ 3 bilhões, mas os credores calculam que o valor ultrapasse os R$ 6 bilhões.

Leia mais:

Paim comemora decisão do STF que indeniza a Aerus

Aerus: Paim pede que governo cumpra decisão do STF

Leia também