Paulo Paim defende igualdade entre homens e mulheres

O senador ainda parabenizou o resultado das eleições que levou Fernando Haddad à prefeitura de SP.

:: Da redação29 de outubro de 2012 19:20

Paulo Paim defende igualdade entre homens e mulheres

:: Da redação29 de outubro de 2012

O senador Paulo Paim (PT-RS) lembrou, nesta segunda-feira (02/10), a passagem do dia 25 de outubro, quando é lembrado o Dia Internacional contra a Exploração da Mulher. Paim destacou que, a data, instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), serve para a reflexão sobre a condição feminina e a igualdade de direitos, com respeito às diferenças.

“Ainda hoje a mulher se mantém discriminada e oprimida na nossa sociedade, do mesmo modo ocorre com os idosos, os deficientes, as crianças, os negros, os índios, os que lutam pela liberdade religiosa, os que lutam pela liberdade sexual, os analfabetos e outros grupos chamados minoritários, mas que, na verdade, se somarmos, são majoritários, são maioria”, disse.

Apesar de “inegáveis avanços” conquistados nas últimas décadas ? como o direito ao voto, garantido às mulheres na década de 30 ?, o senador afirmou que ainda permanece a discriminação contra as mulheres no mercado de trabalho. Paim apresentou dados do IBGE que mostram uma média de rendimento entre os homens de R$ 1857, contra R$ 1343 das mulheres.

Relator do Projeto de Lei da Câmara (PLC 130/11), que altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) visando garantir multa para combater a diferença de remuneração verificada entre homens e mulheres no Brasil, o senador lamentou que a tramitação da proposta encontre-se paralisada. A proposição havia sido aprovada em caráter terminativo pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), mas terá de ser rediscutida devido à interposição de recurso para a votação em plenário.

“Foi mais uma vez engavetado por obra dos setores mais conservadores do Congresso Nacional. Fui relator e continuo defendendo igualdade de direitos entre homens e mulheres”, afirmou.

Eleições
O senador ainda felicitou o candidato petista eleito à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. Para Paim, a vitória do candidato mostra, mais uma vez, um acerto na indicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Muita gente duvidou de que o Lula estava certo. Nós todos temos que admitir que mais uma vez o ex-presidente Lula acertou ao indicar o Haddad para candidato a prefeito de São Paulo, com essa belíssima votação”, parabenizou.

Com informações da Agência Senado

 

Conheça o Projeto de Lei da Câmara (PLC 130/11)

Leia também