Orçamento de 2018

Paulo Paim propõe salário mínimo de mil reais

“Tirar dez reais dos pobres é não ter o mínimo de visão do que significa a vida de quem ganha um salário mínimo", denuncia o senador Paulo Paim (PT-RS)
:: Rafael Noronha22 de agosto de 2017 17:42

Paulo Paim propõe salário mínimo de mil reais

:: Rafael Noronha22 de agosto de 2017

O senador Paulo Paim (PT-RS) anunciou, nesta terça-feira (22), a apresentação de emenda ao projeto de alteração da meta fiscal para 2018 revertendo o anúncio da equipe econômica de Temer que diminuiu em R$ 10 a expectativa do salário mínimo para o próximo ano.

A emenda apresentada pelo senador, se aprovada, eleva o salário para aproximadamente R$ 1.000 no próximo ano. Paim ainda criticou a atitude da equipe econômica do governo Temer em reduzir de R$ 979 para R$ 969 a previsão do salário mínimo para o ano de 2018.

“Tirar dez reais dos pobres é não ter o mínimo de visão do que significa a vida de quem ganha um salário mínimo. Indignado não estou só eu. Mas, com certeza, todo o povo brasileiro. Por isso tomei algumas medidas. Ele [Temer] tira dez reais do salário mínimo e eu coloco 20. Aprovada a minha emenda, reponho os dez reais retirados por Temer e ainda elevo o salário mínimo”, detalhou.

Dentre os números apresentados pelo governo para a economia em 2018, durante o anúncio da revisão da meta fiscal e a ampliação do rombo para fiscal para R$ 159 bilhões, a equipe econômica de Temer divulgou uma revisão do valor previsto para o salário mínimo de 2018.

A expectativa era de que o salário mínimo fosse de R$ 979, segundo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) sancionada por Temer e que também será votada pelo Congresso no segundo semestre. Porém, para justificar uma poupança de aproximadamente R$ 3 bilhões, no projeto de revisão da meta fiscal, o governo anunciou a redução da previsão do salário mínimo em R$ 10, revisando o valor em R$ 969. Atualmente, o salário mínimo é de R$ 937.

Paim explica que, aprovada sua emenda, o salário mínimo seria elevado em R$ 21 reais. Com esse valor, de acordo com o senador, seria possível proporcionar a uma família, por exemplo, comprar um litro de leite e uma dúzia de pães franceses.

“E é isso que ele [Temer] quer tirar. O governo Temer desconhece totalmente o que significa para o trabalhador brasileiro o salário mínimo. O Brasil é um País extremamente desigual e o salário mínimo é um instrumento eficaz na redução das desigualdades”, enfatizou.

Leia também