Pesquisa FGV revela que 70% dos brasileiros não confiam na polícia

As denúncias de excessos da PM em abordagens cresceram 106% em SP.

:: Da redação5 de novembro de 2013 14:55

Pesquisa FGV revela que 70% dos brasileiros não confiam na polícia

:: Da redação5 de novembro de 2013

O debate sobre a atuação das polícias
reascendeu desde a jornada de junho,
quando a violência das PMs nas
manifestações foram estampadas (EBC)

A insatisfação da população com a polícia cresceu no primeiro semestre de 2013 em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o Índice de Confiança na Justiça Brasileira (ICJBrasil), realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) 70,1% da população não confiam no trabalho das polícias brasileiras. O estudo, que vai para integrar a 7ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), que a desconfiança registrou 8,6 pontos porcentuais acima do registrado no primeiro semestre de 2012.

O debate sobre a atuação das polícias reascendeu desde a jornada de junho, quando a violência das PMs nas manifestações foram estampadas. Nas redes sociais cresce, inclusive, a defesa da desmilitarização da PM e os apelos por mudanças na política nacional de segurança pública e dos agentes do setor.

O Anuário Brasileiro de Segurança revelou ainda que cinco pessoas morrem em média todos os dias no País vítimas da ação policial. Em 2012, 1.890 pessoas foram mortas em episódios envolvendo policiais em serviço. As denúncias de excessos da PM em abordagens cresceram 106% em SP

A taxa de homicídio geral da população foi de 24,3 por 100 mil habitantes, enquanto a de policiais mortos em serviço e fora de serviço foi de 72,1 por 100 mil policiais.

Para Renato Sérgio de Lima, coordenador do trabalho, os números mostram a falência do atual sistema de segurança. Segundo ele, a atuação do Estado para lidar com a violência é “anacrônica e falida”. “A polícia está matando muito e morrendo muito”, disse. O gasto com segurança pública é outro dado que revela os equívocos no setor. Houve alta de 16% em relação ao ano passado – R$ 61,1 bilhões em 2012 -, na destinação de recursos, cerca de 40% desse valor é destinado a aposentados e inativos.

A FGV revelou ainda que a desconfiança da população com renda inferior a dois salários mínimos chega a 77%. E esta descrença atinge 59% da população com renda acima de 10 salários mínimos. Já entre a população com nível de renda entre dois e dez salários mínimos, o grau varia entre 65%e 63%.

Apenas 36% da população declarou estar satisfeito ou muito satisfeito, contra 63% que declararam insatisfeitos ou muito insatisfeitos. 40% da população que mora no interior do País afirma confiar, contra 35% dos que residem na capital.

A pesquisa da FGV ouviu 1.550 pessoas de seis estados do pais (Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco) e Distrito Federal, entre capital e interior no primeiro trimestre de 2012.

Veja aqui o Anuário Brasileiro de Segurança Pública

Com agências de notícias

Leia mais:

PEC propõe a desmilitarização das polícias e a criação de ouvidoria externa

Ana Rita quer desmilitarização da PM e fim dos autos de resistência

Suplicy condena uso de lei da ditadura contra manifestantes


Leia também