Reforma da Previdência

Proposta de Bolsonaro é de quem não gosta do povo, afirma Rogério

Para Rogério Carvalho, Senado não pode abrir mão de debater e alterar pontos do projeto original não alterados na Câmara
:: Rafael Noronha12 de agosto de 2019 15:46

Proposta de Bolsonaro é de quem não gosta do povo, afirma Rogério

:: Rafael Noronha12 de agosto de 2019

O senador Rogério Carvalho (PT-SE), vice-líder do PT no Senado, afirmou nesta segunda-feira (12) que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 6/2019) – Reforma da Previdência – deixa claro que Jair Bolsonaro não mostra nenhuma preocupação com as camadas sociais mais pobres da população brasileira.

“Os deputados cumpriram um papel fundamental na diminuição do dano de uma proposta que vinha para massacrar os mais pobres”, disse o senador ao citar a manutenção das regras de concessão do Benefício de Prestação Continuada com as regras atuais e a retirada do texto da adoção do regime de capitalização.

Apesar disso, Rogério Carvalho disse se fundamental o Senado debater a matéria para que outros pontos sejam ajustados a fim de que o trabalhador não seja penalizado caso as novas regras sejam aprovadas também no Senado.

De acordo com o parlamentar, é preciso discutir no Senado, dentre outras coisas, a proposta de aumento do tempo de contribuição mínimo para a aposentadoria de 15 para 20 anos, a redução do valor médio das aposentadorias com as novas regras e a redução do valor da pensão por morte.

“Nós [senadores] não podemos deixar que essa reforma seja aprovada sem que sejam revistas algumas questões fundamentais”, enfatizou.

Leia também