Quem acha que o PT está morto está muito enganado, afirma Lindbergh

:: Carlos Mota31 de agosto de 2016 19:34

Quem acha que o PT está morto está muito enganado, afirma Lindbergh

:: Carlos Mota31 de agosto de 2016

Lindbergh: a gente sai com força e vamos crescer na oposição, porque o ‘Fora, Temer’ cresce muitoLogo após a sessão golpista que cassou o mandato da presidenta Dilma Rousseff, nesta quarta-feira (31), o líder da Minoria no Senado, Lindbergh Farias, afirmou que o PT não sai fragmentado do processo de impeachment. “[O partido] sai com discurso e vai agora voltar a estar junto com os movimentos sociais para impedir que essa pauta retrógrada seja aprovada”, afirmou o parlamentar. 

“Quem acha que o PT está morto, tá muito enganado. A gente sai com força e vamos crescer na oposição, porque o ‘Fora, Temer’ cresce muito”, disse. 

O petista garantiu ainda que a oposição à gestão golpista será “implacável”. “Nós não vamos deixá-los imporem essa agenda para prejudicar os trabalhadores brasileiros. Não esperem de nós nenhuma concessão. Internamente nós não vamos aceitar que nenhum parlamentar tenha uma postura colaboracionista com esse governo sem legitimidade”. 

“Nós não reconhecemos Michel Temer como presidente legítimo do País. Ele vai vir com um programa radical, reforma da previdência, reforma trabalhista, PEC 241 – que congela recursos da saúde e da educação”, afirmou Lindbergh. 

O parlamentar ressaltou ainda que o PT fará um balanço após o golpe. Para ele, ficará claro para o povo brasileiro que o PT foi o partido que fez a inclusão social, que cuidou dos trabalhadores, dos mais pobres. Nós vamos chegar em 2018 com uma narrativa forte. 

“Eles estão querendo agora retirar as conquistas. Porque é isso. Esse é um governo para desmontar o que foi feito no período Lula. Querem, de uma vez só, acabar com o legado do Lula, do Ulysses Guimarães, porque querem rasgam a Constituição, e de Getúlio Vargas, porque rasgam a CLT”, finalizou. 

Carlos Mota

 

Leia mais:

Lindbergh: “Farsa, farsa, farsa! Canalhas!”

 

Leia também