vitória da esperança

Senadores comemoram vitória de Biden e derrota da extrema-direita

“A saída de [Donald] Trump significa a derrota das mentiras, do estímulo à discriminação e à violência”, destacou o senador Rogério Carvalho (SE), líder do PT
:: Rafael Noronha9 de novembro de 2020 11:31

Senadores comemoram vitória de Biden e derrota da extrema-direita

:: Rafael Noronha9 de novembro de 2020

A bancada do PT no Senado comemorou a derrota de Donald Trump nas eleições dos EUA confirmada no último final de semana e saudaram a vitória do novo presidente dos Estados Unidos, o representante do partido Democrata, Joe Biden.

“A saída de [Donald] Trump significa a derrota das mentiras, do estímulo à discriminação e à violência. O mundo agora tem a oportunidade de se reencontrar com a civilidade”, disse o senador Rogério Carvalho (SE), líder da bancada do PT.

O senador Humberto Costa (PT-PE) destacou a oportunidade que os Estados Unidos ganham, com a vitória de Biden, de se reencontrarem com o respeito aos “ideais de civilização”, o que seria impossível com figuras como Donald Trump e Bolsonaro.

“Que a vitória de Joe Biden sobre [Donald] Trump abra a possibilidade de enterrar tudo o que esse atual governo dos EUA tem representado de nefasto ao Brasil e ao mundo. Eu o felicito pela vitória. E não vejo a hora de que, em 2022, possamos derrotar Bolsonaro, a cópia malfeita de Trump”, destacou.

Para o senador Jaques Wagner (PT-BA), a eleição nos Estados Unidos deixa o importante recado de que “aqueles que defendem o ódio e a divisão não prosperará”.

“Ganha um presidente que, ao contrário do outro, não quer transformar quem pensa diferente em inimigo. É sempre bom ter um governante que não fomenta o ódio. É o que eu sonho para o Brasil”, pontuou.

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) parabenizou o presidente eleito dos EUA e disse esperar que ele conduza com sua experiência o país pelos desafios que serão enfrentados como as crises sanitária, ambiental, econômica e racial.

“Da nossa parte ficam os votos de que aprendamos a lição e façamos nossa parte para defenestrar em 2022 o preconceito, o autoritarismo e a beligerância que pairam sobre nós. Façamos nossa parte para repensar nossos caminhos, e abraçar a mudança”, disse.

Na avaliação do senador Paulo Rocha (PT-PA), a derrota de Donald Trump representa um sopro de esperança para toda a América Latina. “A queda da direita populista nos Estados Unidos é um alento para toda a América Latina. Novos ventos sopram a favor da democracia e do meio ambiente até mesmo no Brasil. Parabéns ao povo americano e a Joe Biden”, destacou.

Já o senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH), destacou que a vitória de Joe Biden traz a esperança de reconstrução da democracia, respeito às diversidades e aos direitos humanos.

“Os ventos da democracia avançam pelo continente americano, trazendo novos ares, respeito às diversidades e aos direitos humanos. Com a democracia, se corrigem rumos, caminhos são reconstruídos, os olhos da esperança se alegram.  Com a democracia, tudo! Sem a democracia, nada”, salientou.

 

Leia também