Senadores Jorge Viana e Anibal Diniz defendem Lula de ataques

Viana diz que estão fazendo injustiça com o ex-presidente e lembra papel de estadista exercido por Lula. Anibal prestou solidariedade.

:: Da redação13 de dezembro de 2012 19:00

Senadores Jorge Viana e Anibal Diniz defendem Lula de ataques

:: Da redação13 de dezembro de 2012

A bancada do PT no Senado saiu, nesta quinta-feira (13), em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, alvo de denúncias veiculadas pela grande imprensa. Assim como outros colegas petistas, o senador Jorge Viana (PT-AC) subiu à tribuna para alertar o clima de vale-tudo que o país assiste. Ele falou do baixo nível no jogo político em que oposição e parte da imprensa faz para criminalizar a figura pública de Lula. “Não é o senhor Marcos Valério que está tentando desmoralizar ou atingir o presidente Lula. É uma orquestração, visível, que não começou ontem”, comentou. 

O parlamentar condenou a tentativa da imprensa e da oposição de dar legitimidade às acusações feitas pelo empresário Marcos Valério, condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a mais de 40 anos de prisão na Ação Penal 470. Nos últimos dias, os jornais deram destaque ao depoimento prestado por Valério em setembro à Procuradoria Geral da República. O empresário acusou Lula de ter se beneficiado pessoalmente de repasses indevidos feitos pela SMPB, empresa usada pelo esquema de Valério, mas não apresentou provas. “Nada satisfez e satisfaz a gana de alguns que não aceitaram Lula na Presidência, que não aceitam a biografia de um retirante nordestino fazendo o governo de sucesso que fez, fazendo o governo de sucesso que fez. E, agora, nos deixam, diante de uma situação que é de pura perplexidade: não aceitam o presidente Lula nem como ex-presidente”, criticou Jorge Viana.

“Não fosse o presidente Lula, o democrata que é, o estadista que é e que foi, será que outros, no lugar dele, fariam a composição do Ministério Público que ele fez? A composição dos tribunais superiores que ele fez? Com absoluta isenção e com atitudes absolutamente republicanas? Ninguém, nem outro governo fez mais pela Polícia Federal do que o governo do presidente Lula; do ponto de vista do número de policiais; do ponto de vista das condições de trabalho, das condições salariais, e por que o presidente Lula fez tudo isso? Ele fez tudo isso para poder ter um país livre da corrupção”, disse o senador do PT do Acre.

Solidariedade

O senador Anibal Diniz, vice-presidente da Casa, também prestou solidariedade ao ex-presidente Lula. “Um companheiro a quem devemos tanto. Ele conseguiu ser um vencedor em todas as circunstâncias, uma exceção daquele nordeste árido e sofrido que marcou a sua infância. Ele foi um escolhido”, ressaltou.

Ao enumerar o legado deixado pela primeira gestão petista no comando da Presidência, Diniz ressaltou a o ganho social promovido pelas políticas públicas implementadas por Lula. “O presidente Lula conseguiu colocar o Brasil em um patamar diferenciado, um presidente que entrou para história”, disse referindo-se ao investimento no ensino público brasileiro e à inclusão social promovida em sua gestão.

“O presidente Lula não merece isso”, completou o senador acreano, destacando defesa feita pela presidenta Dilma Rousseff. “Esta tentativa de atingi-lo, certamente não vai ter os efeitos desejados”, concluiu.

Clique aqui para ler a íntegra do discurso de Jorge Viana e aqui para a fala de Anibal Diniz

Leia mais:

Ao Le Monde, Dilma diz que foi Lula quem investiu contra a corrupção

 

Pinheiro: sem propostas, oposição prefere partir para ataques pessoais

 

PT em defesa de Lula: “mexeu com ele, mexeu comigo”, diz Wellington

 

PT ressalta legado de Lula. Lindbergh denúncia “campanha de ódio”

Leia também