números da pandemia

Senadores lamentam 80 mil mortes e cobram ações do governo

Parlamentares se solidarizam com famílias que perderam seus entes e criticam atitudes e posição negacionista de Bolsonaro em meio à pandemia
:: Rafael Noronha21 de julho de 2020 13:25

Senadores lamentam 80 mil mortes e cobram ações do governo

:: Rafael Noronha21 de julho de 2020

A bancada do PT no Senado se manifestou após o Brasil ter ultrapassado e triste marca oficial de 80 mil mortos em decorrência da pandemia de Covid-19. Os senadores se solidarizaram com as famílias que perderam seus entes e cobraram ações efetivas do governo Bolsonaro na mitigação dos danos causados pela doença.

“Mais de 80 mil vidas perdidas. Vidas que poderiam ter sido salvas se não fosse a postura de um negacionista que ocupa a cadeira de Presidente da República. Bolsonaro é um genocida”, disse o senador Rogério Carvalho (SE), líder da bancada.

O senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH), lembrou que o Brasil também ultrapassou recentemente a marca de 2 milhões de infectados pela doença.

Ele ainda destacou pesquisa realizada pelo Instituto IPSOS na qual aponta que 60% dos brasileiros tiveram aumento nos gastos domésticos: supermercado, luz, gás, farmácia e conexão de internet em meio à pandemia.

“A crise na saúde, na economia e no social avança. A Covid-19 atingiu 1% da população e matou mais de 80 mil. O desemprego pode chegar a 20 milhões”, alertou.

Já o senador Humberto Costa (PT-PE) lembrou que o Brasil avançou das 60 mil para as 80 mil mortes no curto espaço de 20 dias e lembra das ações desastradas de Bolsonaro durante o período.

“1º de julho, 60.194 mortos e Bolsonaro fazia Live ao som de uma sanfona. 20 de julho, 80.120 mortos e Bolsonaro leva caixa de cloroquina para uma aglomeração. O que mais podemos esperar desse irresponsável? Nossa solidariedade a essas famílias”, disse.

80 mil pessoas é o número estimado de pessoas que a bomba atômica que atingiu a cidade de Hiroshima matou no Japão. Esse é considerado um dos maiores crimes da humanidade.

De acordo com o consórcio de veículos de imprensa, o Brasil tem 80.493 mortes por Coronavírus confirmadas e 2.129.053 casos confirmados até as 13h desta terça-feira (21). Os dados levantados junto às secretarias estaduais de Saúde.

Leia também