Retrocesso

Temer vai reduzir investimentos do Fies, lamenta Humberto

:: Assessoria do senador Humberto Costa8 de Fevereiro de 2017 09:39

Temer vai reduzir investimentos do Fies, lamenta Humberto

:: Assessoria do senador Humberto Costa8 de Fevereiro de 2017

O Ministério da Educação (MEC) anunciou mais um corte na área educacional. Dessa vez, o alvo é o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) que beneficia 1,8 milhões de alunos em mais de 1,3 mil faculdades. O Governo vai reduzir em 29% os recursos que financiam o Fies diminuindo o teto global, por curso, de R$ 42 mil para R$ 30 mil, por semestre. Cada aluno poderá receber, no máximo, R$ 5 mil mensalmente para custear sua universidade.

“O ministro mãos de tesoura voltou a atacar novamente e o Fies está sendo o prejudicado dessa vez. Milhares de alunos deverão ser prejudicados, principalmente os que ingressarão na área da saúde que, normalmente, têm as mensalidades mais caras e correm o risco de não conseguir o financiamento”, lamentou o líder do PT no Senado, Humberto Costa.

A quantidade de vagas também foi reduzida em 2017. Ao todo, foram disponibilizadas 150 mil bolsas, número bem abaixo das 250 mil ofertadas no início de 2016. “Pouco a pouco, esse governo mostra a que veio. Desde o início que Temer e seu ministro golpista provam que são contra qualquer tipo de financiamento que beneficie o estudante que não tem condições de custear seus estudos”, afirmou o senador petista.

Humberto ainda lembrou que no início do governo interino eles suspenderam contratos do Fies em nove faculdades. “Na época o governo também anunciou a suspensão da participação em seleção para ofertas de bolsas do Prouni e a restrição na participação no Pronatec em universidades de vários estados sem divulgar os motivos”, criticou o parlamentar.

O Fies e o Prouni financiam cerca de 40% de estudantes do ensino superior privado. Juntos, eles já beneficiaram mais de 3 milhões de pessoas, sendo 1,4 milhões de jovens carentes que conquistaram bolsas do Prouni e 1,8 milhões de alunos que estudam em universidades privadas graças ao Fies. “Não podemos deixar esses programas sociais que levaram milhões de pessoas a terem um diploma universitário acabar. Precisamos lutar com todas as forças para tirar do governo esse golpista que vira as costas para os mais carentes e que só tem interesse em beneficiar os mais ricos”, desabafou Humberto Costa.

Assessoria do senador Humberto Costa

Reprodução autorizada mediante citação do site PT no Senado