Ex-presidente da França

TSE produz situação perigosa, afirma François Hollande

Para ele, população corre o risco de não poder escolher o presidente mais apropriado
:: Diário do Centro do Mundo10 de setembro de 2018 10:40

TSE produz situação perigosa, afirma François Hollande

:: Diário do Centro do Mundo10 de setembro de 2018

Na avaliação do ex-presidente da França, Frnaçois Hollande, em entrevista ao Diário do Centro do Mundo, a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acerca da candidatura do ex-presidente Lula produz uma situação no Brasil que pode ser perigosa. “Considerei que era muito importante, respeitando as instâncias que têm por vocação o direito no Brasil, dizer que eu considero que há um risco se Lula for retirado do processo eleitoral, de ir para uma direção que no Brasil, grande país democrático, é preciso jamais esquecer seu passado, da ditadura”, afirma.

Durante a sua gestão no país europeu, Hollande reduziu o desemprego abaixo de 10%, realizou o Acordo de Paris sobre o clima (COP21). Na sua avaliação, os líderes europeus que conheceram Lula devem se expressar mais acerca da situação do ex-presidente brasileiro.

“Trata-se de um homem que fez seu país avançar, que teve boas relações com a União Europeia e com os países emergentes. Ele [Lula] era profundamente respeitado e ouvido”, disse Hollande.

Confira a íntegra da entrevista

Leia também