Plenário vai decidir sobre admissibilidade do processo de impeachment

:: Da redação6 de Maio de 2016 15:24

Plenário vai decidir sobre admissibilidade do processo de impeachment

:: Da redação6 de Maio de 2016

Foram 15 votos a favor e cinco contra. O resultado da votação do relatório que recomenda a abertura de processo para afastamento da presidenta Dilma Rousseff  na comissão de impeachment  não chegou a surpreender. Como explicou o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), os integrantes da comissão foram “escolhidos a dedo” pela bancada governista. Ele acredita que no plenário, na próxima semana, o placar será bem menos elástico. E aposta que, no julgamento final, que vai decidir pela cassação ou não do mandato, o resultado será favorável à presidenta. 

Votaram contra o relatório os senadores petistas Lindbergh Farias, José Pimentel e Gleisi Hoffman, além de Telmário Mota (PDT) e Vanessa Graziotin (PCdoB). 

Na segunda-feira (9) o relatório do senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) deve ser lido em plenário e a previsão é de que seja votado na próxima quarta-feira (11). 

Leia mais:

Voto em separado de Humberto Costa denuncia “golpe de voz mansa” 

Gleisi Hoffmann enumera, um a um, os verdadeiros motivos para o impeachment de Dilma 

Pimentel diz que Senado deve ter cautela na votação do impeachment