Wellington Dias faz homenagem aos professores do Piauí

Líder relatou o desempenho de professores de escolas públicas, institutos e universidades do estado.

:: Da redação15 de outubro de 2013 22:19

Wellington Dias faz homenagem aos professores do Piauí

:: Da redação15 de outubro de 2013

“A valorização da carreira tem sido um objetivo constante dos governos do PT”, disse Wellington.

 

O líder do PT elogiou o desempenho do
professor ao estimular o estudo de
matemática, química e português

O senador Wellington Dias (PT-PI) homenageou nesta terça-feira (15), Dia dos Professores, o trabalho “feito com paixão, dedicação e compromisso” do professor piauiense Antonio Cardoso do Amaral, que trabalha numa escola pública do município de Cocal dos Alves (PI) e que desde 2005 tem conseguido estimular um excelente desempenho de seus alunos nas Olimpíadas de Matemática, Química e Língua Portuguesa. “Ano após ano, o pequeno município localizado no norte do Piauí se destaca pela preparação que seus alunos apresentam nas competições”, contou o senador.

O professor Antônio interessou-se pela Matemática influenciado por outro idealista, o Doutor em Matemática da Universidade Federal do Piauí, Professor Xavier. Com muita dedicação, ele tem conseguido encantar seus alunos pela matéria, tida como o “bicho papão” de muitos estudantes. “Os bons resultados obtidos logo na primeira edição da Olimpíada Brasileira de Matemática, em 2005, fizeram com que alunos e professores passassem a acreditar mais no potencial deles e a sonhar com outros bons resultados”, relatou Wellington.

O senador destacou que, principalmente pela dedicação dos professores, o Instituto Dom Barreto, o Educandário Santa Maria Goretti, o Colégio Sagrado Coração de Jesus, o Colégio São Francisco de Sales, todos do Piauí, estão hoje listados entre os melhores Brasil. “Na área pública, destaco a Escola Estadual José Narciso da Rocha Filho, de Piripiri; a Escola Raldir Bastos, em Teresina; a Escola Meio Norte; a Escola Armando Burlamaqui, onde eu mesmo estudei, no Município de Oeiras”.

Todas essas instituições têm apostado em construir um modelo de ensino diferenciado “que resulta no bom desempenho dos alunos piauienses em provas como o Enem”, afirmou o senador, lembrando que seu estado também tem se destacado no ensino técnico, no ensino profissionalizante do Instituto Federal, além da qualidade das faculdades estaduais e da Universidade Federal, “que colocam nossos alunos como bem avaliados em âmbito nacional”.

Wellington foi governador do Piauí (de 2003-2006 e 2007-2010) e lembrou que logo no início de seu primeiro mandato priorizou o investimento na educação e a valorização dos professores que, em 2003, recebiam o salário de R$420,00 por mês e se aposentavam com um salário de R$110,00. “Era preciso fazer um complemento ao salário mínimo. E fico feliz de dizer que, antes mesmo da aprovação do Piso Nacional dos Professores, nós já pagávamos salários equivalentes ao primeiro piso” definido para a categoria. “Hoje o Piso Nacional é de R$1.567,00. No Piauí, o valor é de R$1.814,00”.

Para o senador, é preciso avançar mais. “Temos de prosseguir com um ganho real, e é isso que vamos aprovar no Plano Nacional de Educação, e com novas fontes de financiamento a partir de 2014, com recursos como os dos royalties e do Fundo Social do Petróleo.” Ele também defendeu a pressão sobre os estados que ainda não pagam o piso, que é considerado ainda baixo. “Sabemos que o caminho é longo. Hoje, o Dia do Professor completa 50 anos de comemoração no Brasil. E ainda há muito a conquistar. A valorização da carreira tem sido um objetivo constante dos governos do PT”.

Leia também