Mantega: “Governo não poupa esforços para desacelerar inflação”

“Nós estamos atentos à inflação porque ela é prejudicial a toda a economia brasileira.Mas a boa notícia é que a taxa de março foi menor.”

:: Da redação10 de abril de 2013 20:00

Mantega: “Governo não poupa esforços para desacelerar inflação”

:: Da redação10 de abril de 2013

O ministro prevê que o ajuste
de preços vai continuar na
trajetória de desaceleração
ao longo de 2013

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse, nesta quarta-feira (10), que a inflação está em queda no Brasil e afirmou que o governo não vai poupar esforços para garantir que ela se mantenha em desaceleração. A declaração reflete o otimismo do Governo com os dados divulgados nesta quarta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do País apresentou variação de 0,47% março – taxa inferior à registrada no mês anterior, de 0,60%.

De acordo com Mantega, o Brasil tem hoje uma trajetória de redução da inflação e o Governo está alerta. “Nós estamos atentos à inflação porque ela é prejudicial a toda a economia brasileira. Prejudicial aos trabalhadores, que pagam produtos mais caros, aos empresários, que têm dificuldade de calcular custos e viabilizar os seus projetos. Mas a boa notícia é que a inflação de março foi menor do que fevereiro e janeiro”, comemorou, prevendo que o ajuste de preços vai continuar nessa trajetória de desaceleração ao longo de 2013.

Alimentos
Como já tinha explicado em audiência pública no Senado, o ministro lembrou que o aumento no preço dos alimentos foi o principal fator que impediu que o IPCA de março fosse menor que os 0,47% registrados pelo IBGE. Por isso, disse, o Governo pretende continuar com as políticas de desoneração tributária.

Segundo informou, as medidas já atingem cerca de R$ 70 bilhões em 2013. Mantega destacou que o montante equivale a 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) e, para 2014, a redução de tributos já prevista será da ordem de R$ 88 bilhões.

Com informações das agências de notícias

Foto: Agência Brasil

Leia mais:

Tombini diz que nova classe média induz novas oportunidades de negócio

 “Economia brasileira mantém trajetória de recuperação”, diz ministro

Leia também