Violações de direitos humanos

Paim: com Bolsonaro, Brasil corre risco de isolamento internacional

340 organizações pediram à UE e ao Canadá para interromperem negociações com o Brasil por desrespeito aos direitos humanos
:: Rafael Noronha24 de junho de 2019 19:03

Paim: com Bolsonaro, Brasil corre risco de isolamento internacional

:: Rafael Noronha24 de junho de 2019

O senador Paulo Paim (PT-RS) alertou nesta segunda-feira (24) que o Brasil corre o risco de ficar isolado no cenário econômico internacional. Paim destacou carta assinada por mais de 340 organizações internacionais que pedem à União Europeia e ao Canadá para interromperem as negociações comerciais com o Brasil.

De acordo com o documento, desde o início do governo Bolsonaro, tem sido testemunhado o crescimento de violações a direitos humanos, ataques a minorias, populações indígenas, LGBTQ e comunidades tradicionais.

O pedido acontece em meio a tratativas para um acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia. “Assinar um acordo com esse regime extremista de direita só exacerbará os riscos para as pessoas e o meio ambiente”, diz trecho do documento.

“Essa situação constrangedora para o nosso País coloca em xeque nossa real capacidade de captar investimentos externos. Em época de desemprego em alta, afastar investidores é um equívoco. Espero que isso não aconteça. Precisamos dar um novo rumo para a imagem do Brasil no exterior”, alerta Paim.

Em abril deste ano, 602 cientistas de instituições europeias já haviam solicitado que a União Europeia condicionasse a compra de insumos brasileiros ao cumprimento de compromissos ambientais. O documento pedia ainda o devido respeito aos direitos humanos, o aperfeiçoamento do rastreamento da origem dos produtos e a implementação de um processo participativo que ateste a preocupação ambiental da produção – com a inclusão de cientistas, formuladores de políticas públicas, comunidades locais e povos indígenas.

Leia também